Ilhéus terá dois clubes na disputa do acesso do Campeonato Baiano

Ao centro, presidente a FBF, recebe a camisa do Colo Colo das mãos dos seus dirigentes
Divulgação

A cidade que nos últimos anos não conseguiu sequer manter uma equipe no grupo de elite do futebol baiano, vai disputar a segunda divisão de 2020 com dois clubes. Além do festejado clube-empresa Barcelona, criado para representar a cidade no futebol profissional, o tradicional Colo Colo de Futebol e Regatas oficializou junto a Federação Bahiana de Futebol (FBF) sua inscrição para a disputa do acesso. São dois clubes com as mesmas cores (amarelo e azul) e o mesmo símbolo (o tigre). A mais nova, de propriedade da mesma empresa que, ano passado, tentou levar o Colo Colo de volta à primeira divisão e fracassou na tentativa.

O Barcelona chega, pelo menos no papel, com pompa de time grande. O seu pirncipal investidor é um empresário do ramo de compra e venda de jogadores profissionais que promete investir uma respeitosa cifra de 2 milhões e meio de reais nos próximos cinco anos e levar o clube à Série C do Campeonato Brasileiro. No próximo dia 29, um coquetel apresentará o projeto ao público torcedor e autoridades de Ilhéus. Um dos nomes de peso contratado para tocar o projeto é o o ex-presidente do próprio Colo Colo, José Maria Almeida de Sant´Anna, campeão estadual de 2006.

Já o Colo Colo, que muitos davam como "fatura liquidada", promete "mais humildade" no projeto. Sua confirmação na disputa do acesso de 2020 nem era esperada. Procurado pelo Jornal Bahia Online, o diretor de futebol, José Carlos Oliveira, disse que o projeto terá a participação de empresas grandes instaladas em Ilhéus e de torcedores locais. Mas não citou nomes. A diretoria também confia em um audacioso projeto de sócio-torcedor e acredita que pode levar uma ligeira vantagem sobre o concorrente por conta da identidade que o clube tem com a cidade. 

Os dois projetos asseguram contar com o apoio do prefeito Mário Alexandre. O Colo Colo vai mais além. Diz ter um influente secretário disposto a ajudar. Tudo isso acontece às vésperas da eleição municipal. O futebol de Ilhéus sempre foi virtuoso para os políticos que o apoiam. Espera-se, pois, que os dois clubes representantes da cidade, não sejam usados durante o processo eleitoral. Seria cruel para Barcelona e Colo Colo, um gol contra à esta altura do campeonato.

pompy wtryskowe|cheap huarache shoes| bombas inyeccion|cheap jordans|cheap air max| cheap sneaker cheap nfl jerseys|cheap air jordanscheap jordan shoes