Com Cauc em dia, cidade viabiliza novos recursos para investimentos

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, comemorou mais uma vitória na sua administração, com a regularização da situação do município junto ao Cauc (Cadastro Único da União) e a obtenção do nada consta junto ao Governo do Estado. A medida permite que a Prefeitura volte a assinar contratos e convênios com as demais esferas de governo e receber recursos transferidos por meio de emendas parlamentares.

Assim que obteve a certidão negativa do município, o prefeito Mário Alexandre foi a Salvador tratar do contrato com o governo estadual para garantir a requalificação asfáltica de ruas e avenidas da cidade. “Buscamos limpar o nome da Prefeitura de Ilhéus junto ao Cauc, com sucesso. Não é uma tarefa simples, exige planejamento e acompanhamento permanente, além do cumprimento de pagamentos de dívidas, dos recolhimentos obrigatórios como INSS, FGTS, atualizados, sempre.  Por isso temos motivos para comemorar, pois não ter restrições é uma necessidade para que novos recursos possam ingressar no município para investimentos em obras importantes”, explicou.

O prefeito ainda afirmou: “Temos mais de R$ 30 milhões  em emendas para executar e não podemos descuidar para não perdermos nenhuma oportunidade. Reconheço a notícia como o resultado do esforço e empenho da nossa equipe, fundamental para atingirmos esse objetivo e regularizar a situação de Ilhéus, dando espaço para que possamos receber verbas federais e estaduais”, acrescentou Mário.

O Cauc é uma espécie de “Serasa” das Prefeituras. Com ele negativado, os municípios ficam impedidos de firmar novos convênios e se beneficiar de emendas parlamentares. “Agora estamos novamente aptos a firmar convênios com o Governo Federal, com a Caixa Econômica, Correios, Receita Federal e FNDE, entre outros, e com o Governo da Bahia”, destacou.

O prefeito salientou que o resultado desse trabalho viabiliza obras importantes para toda a comunidade. “Então, isso é uma vitória e vamos trabalhar duro para manter esse ritmo, manter o equilíbrio, com a diminuição dos custos, para que a gente possa com menos dinheiro fazer muito mais. A gente precisa de ideias novas, importantes, que proporcionem economia e mais trabalho para o povo”, disse o prefeito.