Ilhéus
Seminário capacita orientadores pedagógicos sobre violência contra menores
Debate sobre o futuro

Crédito: Secom

Com objetivo de formar multiplicadores para intervenção da violência contra crianças e adolescentes, a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas/Paefi), por meio da secretaria de Desenvolvimento Social, realizou na tarde da última sexta-feira (13), no Centro Estadual de Educação e Profissional do Chocolate Nelson Schaun (CEEP), bairro Malhado, um seminário para todos os orientadores pedagógicos da secretaria de Educação de Ilhéus.

A ação abordou o projeto Creas na Escola que visa o enfrentamento dos diversos tipos de violência contra crianças e adolescentes, como violência psicológica, bullyng, abuso sexual, negligência e abandono, entre outros. “O objetivo é formar multiplicadores para prevenir os diversos tipos de violências e identificar os casos que possam ocorrer com os alunos, e, junto com os professores, caso necessário, encaminhar essas vítimas para atendimento no Creas/Paefi”, destaca a coordenadora, Margareth Santana.

Creas na Escola – O programa visa promover espaços de diálogos e reflexões sobre direitos e violações de direitos. “O espaço escolar é um ambiente estratégico para chegar a este objetivo, tendo em vista que é na escola que muitas crianças e adolescentes expõem conflitos internos produzidos ao sofrerem algum tipo de violência dos familiares, colegas ou comunidade”, ressalta ainda a coordenadora.

Multiplicadores -  O projeto foi dividido em três etapas. A primeira teórica, mostrando o que é o Creas/Paefi, público alvo, equipe, forma de trabalho e o programa Creas na Escola. A segunda etapa será a tabulação de dados das escolas que possuem casos de violência e, a última e terceira etapa, aplicação do projeto nas escolas através de seminários, campanhas educativas, palestras com pais, alunos, dinâmicas com professores, funcionários e ações preventivas da equipe do Creas/Paefi.

Creas/ Paefi - O serviço atende pessoas e famílias que sofrem algum tipo de violação de direito, como violência física, psicológica, negligência, violência sexual (abuso ou exploração sexual), trabalho infantil, discriminação por orientação sexual, raça, entre outras e está situado na Avenida Uberlândia, nº 555, bairro Malhado, telefone (73) 3633-704 ou denuncie no disque 100.


Debate sobre o futuro

Crédito: Secom

 
Mais Notícias
   21/4/2018 - Cidade representada no encontro regional dos Conselhos Municipais de Educação
   20/4/2018 - Sutran recupera 10 motos que eram tidas como sucatas para fiscalizar o trânsito
   20/4/2018 - Dívida do município com Embasa chega a 30 milhões; Marão busca alternativa
   20/4/2018 - Encontro com dirigente da Bahiatursa debate calendário do ´Viva Ilhéus´
   20/4/2018 - Divulgado regulamento para contratar serviços artísticos-culturais
   20/4/2018 - Quatro postos de saúde estão em obras e serão entregues neste semestre
   19/4/2018 - Ao completar 18 anos, jovem tem o sonho do primeiro aniversário realizado
   18/4/2018 - Banco do Pedro ganhou Mutirão da Saúde após oito anos sem atendimento médico
   18/4/2018 - Ilheenses representam o Brasil em mundial de pesca surfcasting, no Reino Unido
   18/4/2018 - Medidas de proteção à criança e ao adolescente serão debatidas em maio
   18/4/2018 - Ilhéus lança Festa Literária que acontecerá em maio
   16/4/2018 - Hospital Regional Costa do Cacau amplia serviço ambulatorial
   16/4/2018 - Autoridades e comunidade buscam solução para alagamentos no Vilela
   16/4/2018 - Cavalgada leva grande público a Castelo Novo
   16/4/2018 - Ações de prevenção à IST/Aids e hepatites virais estão sob controle
   16/4/2018 - Aberto curso de empreendedorismo para jovens
   16/4/2018 - Nova iluminação da Soares Lopes já começou a ser implantada
   12/4/2018 - Faculdade Madre Thaís capacita em ´Excelência na farmácia comercial´
   12/4/2018 - Maramata está sendo recuperada e ampliada
   12/4/2018 - Ilhéus ganha Centro Integrado de Inclusão Social



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout