Itacaré realiza campanha nas escola contra a Hanseníase e Verminoses

A Secretaria Municipal de Saúde de Itacaré, através da vigilância epidemiológica e em parceria com a Secretaria de Educação, realiza até o dia 06 de abril a V Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses, Tracoma e Esquistossomose. A campanha ocorre anualmente no primeiro semestre do ano letivo nas escolas públicas de municípios de brasileiros com vulnerabilidade social e elevado risco de adoecimento para essas doenças. E em Itacaré o trabalho já foi iniciado com a visita e diagnóstico nas escolas.

De acordo com o secretário de Saúde de Itacaré, Ricardo Lins, essa ação tem como público-alvo os estudantes de 5 a 14 anos de idade matriculados no ensino fundamental. O objetivo é esclarecer sobre os sinais e sintomas e ensinar a se proteger dessas doenças, favorecendo o diagnóstico precoce e o tratamento imediato.

Durante a campanha, iniciada no último dia 19 nas escolas de Itacaré, estão sendo realizadas busca ativa de casos novos de hanseníase e exame dos contatos, profilaxia para as geo-helmintíases onde a equipe de saúde vai até a unidade escolar para identificar possíveis casos de hanseníase e caso haja, encaminhar esse escolar até a unidade de saúde, Vale ressaltar que ainda na escola junto a equipe ele é tratado com albendazol para profilaxia da verminose.

A Hanseníase é uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Atinge principalmente a pele e os nervos de pessoas de qualquer sexo, idade ou classe social. Se não for tratada, a doença pode causar diversas deformidades pelo corpo. Já as Verminoses são infecções causadas por parasitas que se instalam no interior do corpo. As verminoses podem causar dores abdominais, diarreias frequentes, anemia, palidez excessiva, perda de peso, barriga inchada e sangramentos intestinais. Em crianças, pode haver dificuldade de aprendizagem e retardo no crescimento.

A equipe da Secretaria de Saúde que está desenvolvendo o trabalho em Itacaré alerta que é muito importante a parceria das secretarias para efetivação da Campanha. “É importante também que os pais preencham a ficha de autoimagem corretamente e assinem autorizando a aluno a tomar o remédio de verme para profilaxia”, complementa. Durante a ação a equipe de saúde fará palestras também informando o que são as doenças e como prevenir através de hábitos de higiene como a simples lavagem das mãos. Nesta semana a ação já foi realizada em escolas tanto da sede quanto da zona rural. A previsão é que sejam beneficiados em Itacaré com a ação 4.849 alunos.