Avenida tomada pela alegria

O primeiro dia de festa comemorando a despedida de 2017 e a chegada do Ano Novo em Ilhéus lotou o Circuito do Réveillon da Alegria, montado na avenida Soares Lopes. A cidade vive um momento especial. Visitantes de todas as partes do Brasil viram ontem (30) à noite uma avenida completamente tomada por populares para acompanhar a esperada primeira atração nacional: a banda A Vingadora. “Este público representa o resultado de um trabalho sério que fizemos ao longo o ano, apresentando por todo o Brasil as potencialidades de Ilhéus”, disse o prefeito Mário Alexandre, que fez questão de subir no palco e circular pela arena.

Números estimados pela Superintendência Municipal de Trânsito (Sutran), revelam três vezes mais veículos circulando pela cidade nas últimas horas. Mais de cem mil, calculam os agentes. “Organizar isso não é fácil. Mas estamos trabalhando muito”, resumiu o diretor da Sutran, Gilson Nascimento. No palco, talentos nacionais e regionais fazem a festa que seguirá até o próximo dia 2. São mais de dez bandas e artistas solo que irão se apresentar, com uma missão: levantar a autoestima da população local e tornar inesquecíveis as férias de quem nos visita por esses dias.

Pequenos incidentes registrados fora do circuito foram contidos pela Polícia Militar e pelo Corpo de Bombeiros neste primeiro dia de festa. A Guarda Municipal ajudou no controle da segurança. Técnicos da Secretaria de Turismo e Esportes (Setur) e da Saúde (Sesau) montaram QGs para atendimento ao público.

A economia da cidade pulsa mais forte nas últimas horas. O comércio está agitado e os supermercados mais cheios. Praias tomadas de gente bonita. À noite, a alegria se concentra nos festejos privados e públicos que apostaram no réveillon. Os ambulantes comemoram as boas vendas e os empresários, uma boa oportunidade de ganhar dinheiro. 100 por cento dos hotéis ocupados. Casas alugadas para veraneio. A cidade cheia de gente, a cidade viva de esperança. O turismo ganha. A mineira Iracema, o gaúcho Osvaldo, o paranaense Orlando e a ilheense Sofia sorriam e dançavam no circuito da festa, ontem à noite. Todos eles protagonistas de uma Ilhéus que se transformou em festa, que vem reconstruindo sua capacidade de superação com um novo jeito de governar. Com trabalho, alegria e geração de oportunidades.