Parlamentar sulbaiana garante cirurgia plástica para mulheres agredidas

As mulheres baianas vítimas de agressão física, no âmbito dos serviços públicos de saúde, terão prioridade da oferta de cirurgia plástica reparadora. A iniciativa é da deputada Ângela Sousa (PSD), e foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (19), em uma sessão marcada por muita negociação e que fez com que os trabalhos invadissem a noite. 

“Agradeço muito o apoio da Comissão Especial dos Direitos da Mulher e dos demais parlamentares pelo empenho na aprovação desse projeto, que tramitava aqui nesta Casa há alguns anos e tem o objetivo de restituir a dignidade e a autoestima da mulhervítima de agressão, impedindo que ela leve para toda a vida a marca da violência que sofreu”, disse a autora da proposta.

A deputada ressaltou que o texto seguirá para a sanção do governador Rui Costa, que tem até 15 dias úteis para ocorrer. “Estarei ao lado do nosso governador representando todas as mulheres que sofreram danos em sua integridade física decorrente da violência. Essa é uma grande vitória e consolida mais um passo na luta pelo fim da violência contra as mulheres”, concluiu Ângela Sousa.