Governo baiano a um passo de licitar Porto Sul e Fiol

O governador Rui Costa se reúne com os presidentes e demais executivos das companhias chinesas, nesta segunda-feira (13), quando as empresas apresentarão resultados positivos dos projetos da mina, Porto Sul e da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto (antiga Fiol). Além dos chineses, participam da reunião o presidente da Bahia Mineração (Bamin) e o chefe regional da ERG, grupo controlador da Bamin. Os progressos da economia, atração de novos empreendimentos e a geração de emprego e renda, desenham o novo corredor do desenvolvimento da Bahia.

Com o relatório de aprovação emitido pela Secretaria Nacional de Transportes Terrestre e Aquaviário, vinculada ao Ministério dos Transportes, fica estabelecido que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) já está autorizada a abrir o processo de licitação de concessão da ferrovia. Os estudos foram contratados pelo Governo do Estado, através de uma licitação pública, a fim de acelerar o processo de implantação do equipamento, com a retomada das obras.

No último dia 7 de agosto, mais um importante passo para o desenvolvimento do projeto foi dado com a aprovação, pelo Governo Federal, dos Estudos de Viabilidade Técnica e Econômica, referentes ao processo de concessão da ferrovia, que integrará o oeste baiano e o litoral norte de Ilhéus, onde o Complexo Intermodal Porto Sul será instalado. Com a retomada das obras estruturantes do Porto Sul, será um dos principais exportadores de minério de ferro, grãos, biocombustíveis e fertilizantes.

Crescimento exponencial – O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre celebrou o avanço das discussões ao destacar o interesse do governo baiano em dar celeridade ao projeto. “Há mais de 50 anos a região espera por esse acontecimento. Com a conclusão da ferrovia, construção do Porto Sul, implantação da Zona de Processamento e Exportação (ZPE) e do novo Aeroporto Internacional de Ilhéus, a expectativa é que a arrecadação anual do município de Ilhéus obtenha crescimento exponencial”, sublinhou.

A Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto vai ligar Figueirópolis, no Tocantins, ao porto de Ilhéus, no sul da Bahia. Conforme o projeto serão 1.526 km de extensão. O projeto prevê a movimentação de 60 milhões de toneladas de cargas em 10 anos, chegando a 100-120 milhões em 25 anos.

Caso essas previsões se confirmem, o Porto Sul poderia assumir o posto de terceiro maior porto do Brasil. O Porto Sul é o maior empreendimento portuário do Nordeste do Brasil e um dos mais importantes projetos logísticos do Brasil, com sua área de influência abrangendo os estados da Bahia, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Mato Grosso.