Lideranças e população elogiam projeto de requalificação da avenida

Com a conclusão prevista para o segundo semestre deste ano e garantida pela secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra), a nova ponte, que facilitará ligação do centro ao Pontal e toda a zona sul, fez com que o município planejasse, através do Núcleo de Projetos da secretaria municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes), um modelo de mobilidade urbana para a área atendida e todo o seu entorno. Com este objetivo, foi apresentado à autoridades, lideranças e membros da sociedade civil organizada, a proposta de requalificação da principal avenida da cidade que, por muitas décadas, era conhecida como o “cartão postal” de Ilhéus. Ao todo, o projeto visa requalificar, além da Soares Lopes, também as avenidas Petrobrás, Canavieiras, Cidade Nova, Tiradentes e Praça Cairu, além da criação de rotatória, estacionamento e seis quilômetros de ciclovias ligando o centro ao norte e ao sul da cidade.

Para o urbanista Alexandre Amorim, a chegada da ponte vai implicar em mudanças de todo o sistema viário da região. “Os problemas de mobilidade urbana vão além das fronteiras municipais. Estão em todo o Brasil e se repetem por anos. O que fizemos foi aproveitar a formatação da ponte, que é moderna, e combinar com um desenho que vai dará um novo sentido para quem trafega por esta localidade. Se o empreendimento valoriza as belezas naturais da baía do Pontal, a requalificação da Soares Lopes e entorno sofrerão impactos significantes e as futuras modificações vão completar todo o sistema”, argumenta.

Valorização do cartão postal – O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal Soub detalha que a Avenida Soares Lopes é uma zona emblemática e se destaca com o principal cartão postal da cidade. Ele classifica que, na localidade, é onde ocorre as maiores manifestações populares e, no seu entendimento, “o maior desafio da administração é fazer que ela seja humanizada diante desse primeiro trecho que se pretende intervir. Nosso intuito, é deixar uma marca que fique registrada na história e fazer com que a prática da cidade seja incorporada a esta beleza, portanto, vamos continuar convocando a sociedade para debater o assunto”, pontua Nazal que também ocupa a pasta da Seplandes.

Ao elogiar o projeto que vai inserir a Soares Lopes, num novo contexto estético e socioeconômico, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ilhéus (CDL), Clóvis Junior ressaltou a importância de uma implantação de um sistema que realmente impacte o modo de ir e vir da população. “Um ponto importantíssimo do projeto é a criação de quase mil vagas de estacionamento. O centro comercial necessita dessas vagas, afinal, o consumidor só chega à cidade se encontrar as condições ideais para que o consumo aconteça e, saber que o projeto visa contemplar esse aspecto, lojistas e população agradecem”, opinou.

Sistema beneficia comércio – O presidente da Associação Comercial e Industrial de Ilhéus (ACII), Antônio Marcos parabeniza a Administração Municipal por entender que “esta requalificação vai trazer para Ilhéus um ‘divisor de águas’. Com isso, haverá um reaproveitamento das belezas naturais e o resgate ao convite a ocupação de praias pouco frequentadas atualmente”, aponta. O diretor disse ainda que “com a implantação destas obras, será gerado novos meios de sobrevivência na cidade e consequentemente uma nova dinâmica econômica, que segundo avaliamos, encontra-se bastante carente por iniciativas como esta, que ajudam a dar maior pujança ao comércio e a indústria”, conclui.

Marlon Silveira é Advogado e empresário da construção Civil, em Ilhéus. Na sua visão, “o município dará um salto qualitativo no setor turístico, atraindo mais empresas da construção civil e de outros segmentos ligados ao setor. Esta requalificação propõe um marco no desenvolvimento imobiliário e contribuirá com a implantação de um novo momento na economia de Ilhéus”, espera Marlon que também é representante do Sindicato da Construção Civil, em Ilhéus.

Repercussão nas redes sociais – No ambiente virtual, projeto ganhou elogios e foi bem recebido pela população. O internauta Paulo Eduardo disse: “Que bom! Nossa cidade merece isso e muito mais, com certeza com decorrer do tempo virão muitas obras para deixa-la muito mais bonita e limpa”.  Já Alessandro Schenkel, manifestou sua satisfação. “Legal. Uma sugestão é revitalizar a ciclovia da Av. Soares Lopes, perto da praia, pois o mato a invadiu... Ali era bacana ver pessoal caminhando, correndo ou andando de bike... Incentivar o esporte deve ser meta de qualquer administração”. Já a Lwys Silva elogia. “Essa cidade merece o melhor. Acredito neste governo. Vai fazer a diferença”.

Valmir Machado sugere ao gestor municipal, a criação de espaços para shows com o objetivo de trazer de volta o cartão postal da cidade destruída durante os últimos 18 anos. Comprometido, o internauta convoca. “Vamos todos juntos resgatar a autoestima dessa linda Ilhéus, destruída ao longo desses desgovernos anteriores. Ilhéus é guerreira e resistiu a tudo e a todos e agora, vamos tratá-la com o amor que ela merece”, manifesta.

Esta semana o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, assinou a Ordem de Serviço para primeira etapa da iluminação da Soares Lopes. A implantação já começou e ao todo serão 80 postes em toda a avenida com luminárias de Led, que vão reduzir o consumo de energia. A obra tem o prazo de execução de 90 dias e vai valorizar o projeto urbanístico do famoso paisagista, Roberto Burle Marx.