Ilhéus reforça vacinação de jovens contra meningite C e HPV

O Human Papiloma Virus (HPV) é uma doença sexualmente transmissível e pode causar vários tipos de câncer. Por isso, é preciso que meninos de 11 a 14 anos e meninas de nove a 14 anos procurem os postos de saúde para se prevenirem. E para alertar sobre a importância da vacinação contra HPV e meningite do tipo C, o Ministério da Saúde (MS) lançou esta semana, campanha publicitária que utiliza a linguagem das séries famosas de TV para se aproximar dos adolescentes. O objetivo do governo é ampliar especialmente a cobertura da vacinação, através de mobilização e comunicação contra essas doenças. Em Ilhéus, o foco será reforçar as indicações já estabelecidas na rotina de vacinação do município.

Caio Vitor, de 12 anos foi a um posto atualizar a carteira de vacinação e aproveitou para se imunizar também contra HPV e meningite. “Uma das únicas que faltavam. Eu acho importante para prevenir né, contra essas doenças que um dia possa vir”, opina. Laísa Lopes, de 14 anos foi com os pais ao posto se vacinar contra HPV e vai voltar para tomar a segunda dose. “Já tomei as primeiras doses. Devo voltar para vacinar novamente”. Já Camile Moreira, de 13 anos ainda não se vacinou contra HPV, mas sabe que é importante. “Acho importante sim. De repente posso parar num hospital por não ter tomado”, disse.

Meninos e meninas – Alerta também para os pais que devem procurar informações, pois não existe tratamento totalmente eficaz para eliminar o vírus sem o auxílio da vacina que é quadrivalente, onde cada dose tem duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B. A vacinação contra HPV é direcionada a meninas entre nove e 14 anos e meninos entre 11 e 14 anos. Já a campanha contra meningite C abrange meninas entre 12 e 13 anos e meninos entre 11 a 14 anos. Segundo o ministério, a meningite C é a forma de doença mais prevalente entre as meningites bacterianas.

A meta do ministério é vacinar 10 milhões de adolescentes. Por isso, a Prefeitura de Ilhéus vai contar com a ajuda das escolas, que vão poder realizar campanha de vacinação, como explica a coordenadora de Imunização da Secretaria de Saúde, Walkiria Cardeal. “Com a ajuda das escolas, podemos fazer ampla cobertura dessa faixa etária e garantir que o HPV caia a níveis baixos na cidade. É realmente uma ação importante a ser feira para evitar que esses adolescentes desenvolvam câncer no futuro, ressalta Walkiria.

A população deve procurar as unidades básicas de saúde mais próximas de sua residência e levar a carteira de vacinação. As vacinas contra HPV e meningite continuam disponíveis nos postos de saúde do SUS, CAE III, PSF da Conquista, Ilhéus II, Olivença, Vila Cachoeira, USF do Banco da Vitória e podem ser tomadas durante todo ano. São duas doses com intervalo de seis meses.