FMT implanta projeto para realizar de exame preventivo ao câncer uterino

O Projeto 'Bem Me Quero' é mais uma iniciativa da Faculdade Madre Thaís (FMT), visando aprofundar o conhecimento dos seus alunos, transferir conhecimento e levar o bem estar a população, principalmente àquelas faixas menos assistidas. A iniciativa dos cursos de Biomedicina e Enfermagem foi idealizada pelas professoras Renata Couto e Milena Aleluia e vai permitir a realização do exame preventivo do câncer do colo do útero.

Para realização do exame preventivo (Papanicolau), as interessadas devem fazer o agendamento nas terças-feiras, das13h30min às 18 horas, através do telefone (73)3222-6428. O atendimento será na UPA da FMT. Serão beneficiadas mulheres com vida sexual ativa a partir de 18 anos de idade, contribuindo com R$ 15,00 e 1 kg de alimento não perecível.

A professora Ana Paula Adry, coordenadora do curso de Biomedicina da Faculdade, explica que “o Projeto ‘Bem Me Quero’, surgiu com o objetivo de atuar na promoção da saúde da mulher. Tem como finalidade o compromisso com as mulheres participantes visando melhor qualidade de vida, a partir da realização do exame de Papanicolau, promovendo o diagnóstico, prevenção e tratamento do câncer de colo de útero, lesões, inflamações vaginais e vaginoses”.

“Mulheres, em especial, que possuem vida sexual ativa devem realizar o exame de Papanicolaou pelo menos uma vez ao ano para detecção de possíveis alterações, aumentando as chances de cura. Desta forma, estamos em busca de novos desafios para que possamos alcançar resultados positivos e maior satisfação da população feminina, visto que o Brasil revela elevada incidência do câncer de colo do útero, correspondendo a 4ª causa de morte no país, chegando a ser o 1º colocado em áreas mais desfavorecidas,” frisa a professora.

Ela acrescenta que “o projeto Bem Me Quero estará acolhendo mulheres com muita responsabilidade e todo cuidado para se sintam seguras e amparadas, a partir da oferta de diagnóstico, orientações e esclarecimentos acerca da saúde da mulher”. A equipe, coordenada pela enfermeira, Renata Couto e pela biomédica Dra. Milena Aleluia, com a participação dos discentes de Enfermagem e Biomedicina Adrielle Acássia, Gilbernildes Bomfim, Girlene Bitencourt, Jaqueline Barreto, Jaqueline Ferreira, Manuela Rodrigues, Maria Clara Barbosa, Marta Caroline, Miquéias Rocha, Sara Leal, Vanessa Santos e Victor Arandiba.

“Estamos muitos satisfeitos com a parceria entre os cursos de Biomedicina e de Enfermagem, as professoras são excelentes e têm muito a contribuir com a nossa comunidade e principalmente o aprendizado dos alunos. Incentivamos sempre a participação multiprofissional isso torna nossos alunos pensantes a cerca dos problemas que vivemos hoje na saúde pública em todas as áreas e dessa forma discutir a incorporação progressiva de ações de promoção da saúde e prevenção das doenças,” conclui a professora Ana Paula Adry.