Festival Internacional de Compositoras abre os trabalhos em Ilhéus

Nesta quinta-feira, 14, Ilhéus entra no circuito de um dos eventos mais atuais na discussão e produção de mulheres no campo música, o Sonora – Festival Internacional de Compositoras. Durante o mês de setembro, o festival acontece em 69 cidades de países como Chile, Colômbia, Egito, Estados Unidos, entre outros. No Brasil, Ilhéus é um desses lugares que recebe o festival e impressiona a todos com a grandeza da sua programação.

O Sonora Ilhéus/BA vai até sábado, 16, e prevê performance poética, oficina, roda de conversa, cine- debate e shows com compositoras de diversas regiões da Bahia. Ana Luisa Barral, de Salvador; Laís Marques, de Uruçuca; Elisa, DJ Justinne K e Ize Duque (Banda Pastilhas), de Itabuna; Alice Bastos, de Barra do Mendes; Eloah Monteiro e Gabriela Maja, de Ilhéus; e Moses e Ligia Callaz, de Buerarema; representam devidamente suas cidades e regiões, enriquecendo essa mostra de músicas feitas por mulheres e, em 2017, abraçada também por Ilhéus.

A poeta itabunense Daniela Galdino abre o evento com a performance “Missivas”, na quinta-feira, às 17h, no Teatro Municipal de Ilhéus, e segue com cortejo pelas ruas da cidade até  a Biblioteca Municipal, onde encerra a performance com bate-papo.  

O Sonora Ilhéus/BA busca dar visibilidade e fortalecer a presença feminina no cenário musical. Dá destaque para arte da composição, mas integra mulheres artistas de outras áreas também, como a poesia, com Daniela Galdino, Karen Oliveira e Mestra Lainha e artesanato, com o Bazar da Comadres. O projeto Sonora teve início pela internet, em 2016, através da hashtag #mulherescriando, que repercutiu e fez sucesso nas redes sociais, motivando compositoras de diversas localidades do Brasil e do mundo a se juntarem na organização simultânea do festival.

Em Ilhéus, a programação ocupa o Teatro Municipal, a Academia de Letras, a Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho e a Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Com exceção dos shows, que cobram um valor simbólico pelo ingresso, todo o restante da programação é gratuita: oficina, performance, roda de conversa e cine-debate. Os ingressos para os shows devem ser retirados na Livraria Papirus e na Tenda Teatro Popular de Ilhéus.