Empreendimento de alta categoria é embargado no litoral sul

Numa ação conjunta com a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus (Seplandes) e a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) embargou a obra do grupo imobiliário Cidadelle, que comercializa lotes localizados no litoral sul do município.

Segundo levantamento, o empreendimento Cidadelle desmatou área do bioma Mata Atlântica, sem a devida autorização dos órgãos competentes. O desmatamento só pode ser realizado com a anuência federal do IBAMA ou do órgão estadual, Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

O Ibama recebeu a denúncia e procurou a Seplandes. As equipes de fiscalização trabalharam durante todo o dia no local e constataram o desmatamento irregular de grande área.

Além disso, o empreendimento descumpriu condicionante da licença ambiental, pois não apresentou a Autorização de Supressão de Vegetação (ASV). O documento deveria ter sido apresentado para a antiga Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Sema), mas isso não aconteceu.

 O embargo foi uma medida acautelatória, ou seja, para evitar maiores prejuízos ao meio ambiente e ao devido processo de licenciamento ambiental.