Economia
Agricultura familiar responsável por 90 por cento da produção de graviola na Ba
produção ganha forte ritmo no estado

Crédito: Arquivo

 

O fruto da graviola está presente na maioria dos pomares do sul da Bahia e desponta como um forte gerador de renda para os agricultores familiares que, incentivados pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), vêm apostando nesta cultura.

Com 1.300 hectares plantados e produtividade de 15 toneladas por ano, a região é responsável por 85% da produção brasileira de graviola, sendo 90% oriunda da agricultura familiar. O município de Wenceslau Guimarães, localizado no Território de Identidade Baixo Sul, é o maior produtor do fruto, com 510 hectares plantados, seguido de Presidente Tancredo Neves, Ibirapitanga e Una.

De acordo com o coordenador regional de fruticultura da EBDA, Sândalo Marcos Barreto, a empresa orienta os produtores e realiza visitas técnicas às áreas da produção, além de treinamento e capacitação para agricultores familiares e assentados de reforma agrária. “O interessante da graviola é o fato de que é possível obter renda satisfatória em pequenas áreas plantadas”.

A proposta da EBDA é formar pequenos grupos de produtores de graviola em diferentes municípios da região e oferecer acompanhamento mais sistemático, com visitas periódicas. “Esse trabalho vai fazer das propriedades assistidas vitrines para que outros agricultores próximos acreditem nas tecnologias repassadas pela empresa”, afirma Barreto.

Ele acrescenta que outro objetivo da EBDA é formar o agricultor multiplicador, selecionando aqueles que têm mais facilidade de absorção de informação para repassar os conhecimentos técnicos aos agricultores da comunidade.

Ainda segundo Barreto a comercialização no sul é feita quase 100% do produto in natura, com a venda da massa da graviola para as fábricas. “Pretende-se mudar essa realidade, organizando e incentivando o agricultor a beneficiar o produto, com o fabrico de sorvete, frutas cristalizadas e polpa”.

Seminário - Para promover o debate sobre o assunto, o engenheiro agrônomo Sândalo Marcos Barreto participa do seminário ‘Viabilização Econômica da Graviola’, que acontecerá no município de Gandu, nesta quinta-feira (12), no auditório do antigo Colégio Modelo.

O evento será realizado pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) e reunirá produtores de graviola e técnicos que atuam na fruticultura. A programação do evento informa que o público participará de três palestras – ‘Perspectivas de Mercado da Graviola’, ‘Qualidade da Massa da Graviola para Comercialização’ e ‘Novas Técnicas de Manejo para a Alta Produtividade da Graviola’.


produção ganha forte ritmo no estado

Crédito: Arquivo

 
Mais Notícias
   18/2/2017 - Prefeitos baianos vão a Santa Catarina conhecer boas práticas de gestão pública
   17/2/2017 - Porto Seguro é um dos três destinos mais procurados do país, aponta pesquisa
   17/2/2017 - Chineses chegam à Bahia para ver carnaval e conversar sobre Porto Sul e Fiol
   16/2/2017 - Empresa aérea passa a oferecer chocolate de origem em vôos internacionais
   15/2/2017 - Pequenos negócios evitam agravamento do desemprego no país, revela Sebrae
   10/2/2017 - Bahia fica em segundo no ranking de investimentos dos estados em 2016
   8/2/2017 - Abertas inscrições para cursos e oficinas do Sebrae
   8/2/2017 - Governo vai estimular empreendedorismo nas escolas públicas estaduais
   7/2/2017 - Pescadores debatem com governo do estado ações de capacitação
   6/2/2017 - Mário Alexandre debate problemas da indústria processadora de cacau
   6/2/2017 - Iniciado Cadastro Ambiental Rural em imóveis da agricultura familiar em Itacaré
   6/2/2017 - Ilhéus atrás de Lençóis no índice de ocupação da rede hoteleira
   5/2/2017 - Cooperativa amplia atuação de ATER no Território Litoral Sul
   30/1/2017 - 7 mil agricultores familiares são beneficiados com entregas de selo
   24/1/2017 - Sebrae tem 600 vagas de capacitação em gestão empresarial
   24/1/2017 - Bahia Produtiva deve injetar 800 milhões de reais na economia estadual até 2021
   23/1/2017 - Cabrália apresenta aplicativo para incrementar o turismo
   23/1/2017 - Prazo para regularizar situação no Simples acaba dia 31
   20/1/2017 - Sebrae disponibiliza capacitações gratuitas para MEIs
   19/1/2017 - Estrada do Cacau e do Chocolate nos planos de Marão



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout